Sistema Integrado de Saúde do Senado Federal (SIS) realiza testes moleculares para detecção do novo coronavírus.

A Argentina registrou, nas últimas 24 horas, 1.141 novos casos confirmados de covid-19
10 de junho de 2020
O destróier de mísseis guiados USS Kidd (DDG 100) parte de San Diego após a resposta agressiva da Marinha a um surto de COVID-19 a bordo do navio.
10 de junho de 2020
355
Compartilhe

Testes para detecção da Covid-19
Seguindo os protocolos de enfrentamento à epidemia da Covid-19, o Sistema Integrado de Saúde do Senado Federal (SIS) realiza testes moleculares para detecção do novo coronavírus.

O procedimento de coleta, custeado pela instituição, é rápido e não-invasivo, o que permite que seja realizado sem prejuízo das atividades laborais do dia. Será realizada uma raspagem em região de nariz e garganta utilizando-se um swab (cotonete), e cada servidor receberá uma senha para ter acesso ao resultado mediante consulta direta ao site do laboratório.

A testagem é periódica e será realizada a cada duas semanas no Espaço do Servidor, conforme cronograma estipulado pela Secretaria de Gestão de Pessoas (SEGP). Os procedimentos realizados nesta quarta-feira (10) serão direcionados prioritariamente aos servidores da Secretaria Geral da Mesa (SGM) e da Secretaria de Comunicação (Secom), que estão trabalhando nos plantões das Sessões Deliberativas Remotas (SDR).

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Foto: Roque de Sá/Agência Senado