Sistema prisional passa a digitalizar prontuários de presos no Pará

Segunda etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa entra na reta final, no Pará
27 de novembro de 2017
GDF divulga boletim com dados epidemiológicos do HIV/Aids
27 de novembro de 2017
595
Compartilhe
Por meio de convênio firmado entre a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) e a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa), os prontuários dos mais de 17 mil custodiados do sistema penal começaram a ser digitalizados e microfilmados, gradualmente. O processo garante a segurança dos documentos, o acesso rápido e fácil de qualquer lugar, desde que haja sinal de telefonia móvel e o ganho no espaço físico dentro da organização. Nos prontuários ficam registradas a entrada e a saída dos internos no sistema penal, assim como trâmites judiciários, médico, e outras informações referentes ao sistema de controle prisional. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SECOM DATA: 27.11.2017 BELÉM – PARÁ

Por meio de convênio firmado entre a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) e a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa), os prontuários dos mais de 17 mil custodiados do sistema penal começaram a ser digitalizados e microfilmados, gradualmente. O processo garante a segurança dos documentos, o acesso rápido e fácil de qualquer lugar, desde que haja sinal de telefonia móvel e o ganho no espaço físico dentro da organização. Nos prontuários ficam registradas a entrada e a saída dos internos no sistema penal, assim como trâmites judiciários, médico, e outras informações referentes ao sistema de controle prisional. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SECOM DATA: 27.11.2017 BELÉM – PARÁ

Por meio de convênio firmado entre a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) e a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa), os prontuários dos mais de 17 mil custodiados do sistema penal começaram a ser digitalizados e microfilmados, gradualmente. O processo garante a segurança dos documentos, o acesso rápido e fácil de qualquer lugar, desde que haja sinal de telefonia móvel e o ganho no espaço físico dentro da organização. Nos prontuários ficam registradas a entrada e a saída dos internos no sistema penal, assim como trâmites judiciários, médico, e outras informações referentes ao sistema de controle prisional. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SECOM DATA: 27.11.2017 BELÉM – PARÁ

Por meio de convênio firmado entre a Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) e a Empresa de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Pará (Prodepa), os prontuários dos mais de 17 mil custodiados do sistema penal começaram a ser digitalizados e microfilmados, gradualmente. O processo garante a segurança dos documentos, o acesso rápido e fácil de qualquer lugar, desde que haja sinal de telefonia móvel e o ganho no espaço físico dentro da organização. Nos prontuários ficam registradas a entrada e a saída dos internos no sistema penal, assim como trâmites judiciários, médico, e outras informações referentes ao sistema de controle prisional. FOTO: AKIRA ONUMA / ASCOM SECOM DATA: 27.11.2017 BELÉM – PARÁ