SUPERLIGA BANCO DO BRASIL 19/20: Dentil/Praia Clube vence Osasco Audax/São Cristóvão Saúde

Frio em São Paulo
28 de fevereiro de 2020
Micrografia eletrônica de transmissão de partículas do vírus SARS-CoV-2
29 de fevereiro de 2020
167
Compartilhe

Sesi Vôlei Bauru encarou Minas nesta sexta-feira pela nona rodada da Superliga Banco do Brasil

O Sesi Vôlei Bauru iniciou o jogo contra o Itambé Minas com a seguinte formação: levantadora Dani Lins, as ponteiras Tifanny e Sarah Wilhite, a oposta Polina, as centrais Valquíria e Adenízia, e a líbero Tássia. Minas iniciou na frente, chegou a ficar com três pontos de vantagem, mas com alguns erros do time da casa, Sesi passou à frente, obrigando Nicola Negro a parar o jogo mais de uma vez. O time visitante chegou a ficar com sete pontos de vantagem, no 10/17. Anderson parou o jogo, no 15/19 e fechou a parcial em 17/25.

O segundo set começou com ponto do Sesi Vôlei Bauru, e o Minas avançou o placar, chegando a abrir quatro pontos de vantagem, no 11/7, e Anderson parou o jogo. O Sesi encosta no placar, 15/14 e o Minas avança, fechando a parcial em 25/19.

O Sesi Vôlei Bauru abre o placar do terceiro set, e seguiu à frente do placar, no 6/4. Minas reage, obrigando Anderson a parar o jogo, no 9/7. A partir daí, o Minas seguiu na frente, aproveitando os erros de recepção do Sesi, abrindo a vantagem no placar, fechando a parcial em 25/14.

O quarto set começou com o Sesi Vôlei Bauru na frente, no 1/4. Minas reage e alcança o Sesi, no 5/5, passa o placar e abre quatro pontos de vantagem, no 11/7. O time visitante reagiu, e no 13/12, Nicola Negro pediu tempo. Sesi manteve seu ritmo, alcançando o placar no 16/16. Nicola Negro pediu tempo mais uma vez, no 22/21, e fechou a parcial no 25/21.

As maiores pontuadoras do Sesi Vôlei Bauru no confronto foram a oposta Polina, com 21, a ponteira Tifanny, com 10, a Sarah Wilhite, com 9, a central Valquíria, com 4, a ponteira Gabi Candido, com 3, e a levantadora Dani Lins, com 2.

Crédito:Orlando Bento/MTC

Crédito:Orlando Bento/MTC

Crédito:Orlando Bento/MTC

Crédito:Orlando Bento/MTC

Crédito:Orlando Bento/MTC

Crédito:Orlando Bento/MTC

Crédito:Orlando Bento/MTC

Crédito:Orlando Bento/MTC