Supremo Tribunal Federal determina prisão do deputado Asdrúbal Bentes

Foto: Tomaz Silva/ Agência Cruz
Após manifestação, garis de Niterói decidem entrar em greve
20 de março de 2014
Foto: Pedro França/ Agência Senado
Sessão especial destinada a comemorar o Dia Internacional da Síndrome de Down
20 de março de 2014
408
Compartilhe
Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados (30/10/2013)

Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados (30/10/2013)

Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados (30/10/2013)

Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados (30/10/2013)

Brasília- DF, 20/03/2013-  Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou a imediata execução da condenação imposta ao deputado federal Asdrúbal Mendes Bentes (foto), do PMDB-PA, na Ação Penal (AP) 481, na qual a Corte, em setembro de 2011, considerou-o culpado pela prática do crime de esterilização cirúrgica irregular, previsto na Lei de Planejamento Familiar (artigo 15 da Lei 9.263/1996). Naquela ocasião, foi fixada a pena de reclusão de 3 anos, 1 mês e 10 dias, em regime inicial aberto, mais 14 dias-multa, no valor unitário de um salário mínimo.