Supremo Tribunal Federal julga embargos infringentes de condenados no processo do mensalão

Seminário em Brasília dos Planos Plurianuais Territoriais Participativos
26 de fevereiro de 2014
Foto: Lucio Bernardo Jr. / Câmara dos Deputados
Comissão de Direitos Humanos e Minorias na Câmara em Brasília
26 de fevereiro de 2014
355
Compartilhe
Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

 

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) voltou a julgar, na sessão desta quarta-feira (26), embargos infringentes apresentados contra o acórdão da Ação Penal (AP) 470.

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Ministro Joaquim Barbosa presidindo o julgamento de embargos infringentes na Ação Penal 470.

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Ministro Celso de Mello no julgamento de embargos infringentes na Ação Penal 470.

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Ministro Marco Aurélio no julgamento de embargos infringentes na Ação Penal 470.

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Ministro Ricardo Lewandowski presidindo o julgamento de embargos infringentes na Ação Penal 470.

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Ministra Cármen Lúcia no julgamento de embargos infringentes na Ação Penal 470.

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Ministro Luís Barroso no julgamento de embargos infringentes na Ação Penal 470.

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Ministra Rosa Weber no julgamento de embargos infringentes na Ação Penal 470.

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Ministro Luiz Fux, relator, no julgamento de embargos infringentes na Ação Penal 470.

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Ministro Dias Toffoli no julgamento de embargos infringentes na Ação Penal 470.

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Estão na pauta os recursos de 11 condenados: Delúbio Soares, José Dirceu, José Genoino, José Roberto Salgado, Kátia Rabello, Cristiano Paz, Ramon Hollerbach, Marcos Valério, João Cláudio Genu, Breno Fischberg e João Paulo Cunha.

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Inicialmente, está prevista a análise dos recursos apresentados contra condenações pelo crime de formação de quadrilha, previsto no artigo 288 do Código Penal.

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Brasília- DF, 26/02/2014- Na sessão da última quinta-feira (20), após a apresentação do relatório pelo ministro Luiz Fux referente aos embargos apresentados por Delúbio, Dirceu, Genoino, Salgado e Kátia Rabello, foram ouvidas as defesas desses cinco embargantes e o procurador-geral da República.

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Gervásio Baptista/ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF

Foto: Nelson Jr./ SCO/ STF