Tarifa dos táxis de Porto Alegre não terá reajuste até abril

Aluguel de imóveis sobe 3 vezes menos que inflação, diz FipeZap
19 de fevereiro de 2015
Foto: Betina Carcuchinski/PMPA
Obras no telhado do Mercado Público de Porto Alegre
19 de fevereiro de 2015
310
Compartilhe
Foto: Joel Vargas/PMPA

Foto: Joel Vargas/PMPA

Foto: Joel Vargas/PMPA

Foto: Joel Vargas/PMPA

19/02/2015 – Porto Alegre – RS, Brasil – A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), a pedido do Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sintáxi), realizou estudo técnico (com base em pesquisa da variação dos preços de combustíveis – GNV, gasolina e etanol) para verificar a necessidade de reajuste na tarifa dos táxis.  Apesar da alta de 13,5% no valor da gasolina, os demais combustíveis permaneceram estáveis. A EPTC considerou que, do total de 3.921 táxis existentes na frota de Porto Alegre, cerca de 2,5 mil veículos são movidos a GNV, e os restantes a gasolina e etanol. A variação ponderada dos preços dos três combustíveis não atingiu 8%, que seria a média para justificar o aumento, segundo a Lei Municipal 11.582. Por essa razão, permanecerá a data de abril para atualização das tarifas dos táxis, com base no IGPM acumulado desde o último reajuste.  Valores atuais – O valor da bandeirada inicial é R$ 4,52. O quilômetro rodado com Bandeira 1 é R$ 2,26 e com Bandeira 2 é R$ 2,94.