Tartarugas capturadas no Tabuleiro do Embaubal são devolvidas à natureza

foto .Wilson Dias Agencia Brasil
Plenário da Câmara  de parlamentares com denuncia de corrupção  contra o presidente Michel Temer 
3 de agosto de 2017
Corinthians vence Atletico-MG no Mineirão
3 de agosto de 2017
256
Compartilhe

02/08/2017- BELÉM - PARÁ- Depois de serem resgatadas em uma ação de fiscalização de pesca predatória realizada pela Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município de Senador José Porfírio, 24 tartarugas (foto) foram soltas no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal nesta terça-feira (02). Durante a fiscalização também foram encontradas outras sete tartarugas e dois jacarés já mortos, além de pescado e redes usadas para a pesca predatória. No meio do ano a caça ilegal costuma se intensificar e os órgãos que atuam no combate a essa prática precisam ampliar as ações. FOTO: ASCOM / IDEFLOR-BIO

02/08/2017- BELÉM – PARÁ- Depois de serem resgatadas em uma ação de fiscalização de pesca predatória realizada pela Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município de Senador José Porfírio, 24 tartarugas (foto) foram soltas no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal nesta terça-feira (02). Durante a fiscalização também foram encontradas outras sete tartarugas e dois jacarés já mortos, além de pescado e redes usadas para a pesca predatória. No meio do ano a caça ilegal costuma se intensificar e os órgãos que atuam no combate a essa prática precisam ampliar as ações.
FOTO: ASCOM / IDEFLOR-BIO

02/08/2017- BELÉM – PARÁ- Depois de serem resgatadas em uma ação de fiscalização de pesca predatória realizada pela Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município de Senador José Porfírio, 24 tartarugas (foto) foram soltas no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal nesta terça-feira (02). Durante a fiscalização também foram encontradas outras sete tartarugas e dois jacarés já mortos, além de pescado e redes usadas para a pesca predatória. No meio do ano a caça ilegal costuma se intensificar e os órgãos que atuam no combate a essa prática precisam ampliar as ações.
FOTO: ASCOM / IDEFLOR-BIO

02/08/2017- BELÉM – PARÁ- Depois de serem resgatadas em uma ação de fiscalização de pesca predatória realizada pela Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município de Senador José Porfírio, 24 tartarugas foram soltas no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal nesta terça-feira (02). Durante a fiscalização também foram encontradas outras sete tartarugas e dois jacarés já mortos, além de pescado e redes (foto) usadas para a pesca predatória. No meio do ano a caça ilegal costuma se intensificar e os órgãos que atuam no combate a essa prática precisam ampliar as ações.
FOTO: ASCOM / IDEFLOR-BIO

02/08/2017- BELÉM – PARÁ- Depois de serem resgatadas em uma ação de fiscalização de pesca predatória realizada pela Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município de Senador José Porfírio, 24 tartarugas foram soltas no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal nesta terça-feira (02). Durante a fiscalização também foram encontradas outras sete tartarugas e dois jacarés já mortos, além de pescado e redes usadas para a pesca predatória. No meio do ano a caça ilegal costuma se intensificar e os órgãos que atuam no combate a essa prática precisam ampliar as ações.
FOTO: ASCOM / IDEFLOR-BIO

02/08/2017- BELÉM – PARÁ- Depois de serem resgatadas em uma ação de fiscalização de pesca predatória realizada pela Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município de Senador José Porfírio, 24 tartarugas foram soltas no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal nesta terça-feira (02). Durante a fiscalização também foram encontradas outras sete tartarugas e dois jacarés já mortos, além de pescado e redes usadas para a pesca predatória. No meio do ano a caça ilegal costuma se intensificar e os órgãos que atuam no combate a essa prática precisam ampliar as ações.
FOTO: ASCOM / IDEFLOR-BIO

02/08/2017- BELÉM – PARÁ- Depois de serem resgatadas em uma ação de fiscalização de pesca predatória realizada pela Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município de Senador José Porfírio, 24 tartarugas (foto) foram soltas no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal nesta terça-feira (02). Durante a fiscalização também foram encontradas outras sete tartarugas e dois jacarés já mortos, além de pescado e redes usadas para a pesca predatória. No meio do ano a caça ilegal costuma se intensificar e os órgãos que atuam no combate a essa prática precisam ampliar as ações.
FOTO: ASCOM / IDEFLOR-BIO

02/08/2017- BELÉM – PARÁ- Depois de serem resgatadas em uma ação de fiscalização de pesca predatória realizada pela Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município de Senador José Porfírio, 24 tartarugas (foto) foram soltas no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal nesta terça-feira (02). Durante a fiscalização também foram encontradas outras sete tartarugas e dois jacarés já mortos, além de pescado e redes usadas para a pesca predatória. No meio do ano a caça ilegal costuma se intensificar e os órgãos que atuam no combate a essa prática precisam ampliar as ações.
FOTO: ASCOM / IDEFLOR-BIO

02/08/2017- BELÉM – PARÁ- Depois de serem resgatadas em uma ação de fiscalização de pesca predatória realizada pela Gerência da Região Administrativa do Xingu (GRX), do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-bio), em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do município de Senador José Porfírio, 24 tartarugas foram soltas no Refúgio de Vida Silvestre (Revis) Tabuleiro do Embaubal nesta terça-feira (02). Durante a fiscalização também foram encontradas outras sete tartarugas e dois jacarés já mortos, além de pescado e redes usadas para a pesca predatória. No meio do ano a caça ilegal costuma se intensificar e os órgãos que atuam no combate a essa prática precisam ampliar as ações.
FOTO: ASCOM / IDEFLOR-BIO