Tartarugas-da-amazônia, nascidas no Mangal das Garças, são soltas no Parque do Utinga

‘Amazônia Viva 6’ flagra garimpos ilegais e coloca em proteção área equivalente a 7 mil campos de futebol
27 de novembro de 2020
Seleção Brasileira Feminina de Futebol estréia nova camisa sem as estrelas do Pentacampeonato masculino
27 de novembro de 2020
154
Compartilhe

Cerca de 60 espécimes de tartarugas-da-amazônia, nascidas no Mangal das Garças, foram soltas no Parque Estadual do Utinga Camillo Vianna, por meio de uma ação coordenada entre a Organização Social Pará 2000, que administra o Mangal e o Governo do Estado, por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas). A soltura ocorreu na manhã da quinta-feira (26).

Os espécimes estavam recebendo cuidados especiais pela equipe técnica do Mangal das Garças desde antes nascimento. Os ovos ganharam proteção contra predadores, por meio de ninhos especiais com contenções confeccionadas a partir de bambus e telas de metal. Após o nascimento, os animais foram inseridos em tanques e permaneceram em observação até estarem aptos para irem à natureza.

UCHÔA SILVA/PARA2000

UCHÔA SILVA/PARA2000