Recife – Último paciente do hospital de campanha dos Coelhos recebe alta e desmobilização entra na reta final

Palmeiras x Santos F.C. realizado no Estádio do Morumbi
24 de agosto de 2020
Sport 0 x 1 São Paulo (Campeonato Brasileiro 2020 – Série A) – 23/08/2020
24 de agosto de 2020
155
Compartilhe

Construído pela Prefeitura do Recife em 27 dias, o maior hospital de campanha da cidade chegou a ter 350 leitos ativos. Após retirada de equipamentos médico-hospitalares, agora começarão a ser desmontadas estruturas das paredes, teto e piso

O Hospital Provisório Recife 2, localizado nos Coelhos, encerrou o atendimento após mais de quatro meses de funcionamento, colaborando para salvar vidas durante a pandemia de covid-19, no Recife. Com a alta do último paciente, a desmobilização do hospital, já anunciada pelo prefeito Geraldo Julio, entra na reta final, nesta semana. A unidade de saúde foi o maior dos sete hospitais de campanha construídos pela Prefeitura do Recife para tratar pacientes com suspeita ou diagnóstico confirmado de covid-19. A desativação do hospital de campanha foi possível após mais de cem dias de queda nos indicadores da pandemia, inclusive a diminuição do número de pacientes internados na rede pública. Após o início da retirada de equipamentos médico-hospitalares, nos últimos dias, agora começarão a ser desmontadas as estruturas das paredes, teto e pisos.

Último paciente curado da doença no HPR 2, o policial militar da reserva Ivan Luiz Monteiro, 58 anos, deixou a unidade sob aplausos da equipe, depois de 12 dias de internação, com momentos difíceis na UTI.

Andréa Rêgo Barros/PCR

Andréa Rêgo Barros/PCR

Andréa Rêgo Barros/PCR

Andréa Rêgo Barros/PCR

Andréa Rêgo Barros/PCR

Andréa Rêgo Barros/PCR

Andréa Rêgo Barros/PCR

Andréa Rêgo Barros/PCR