Saída do turno da madrugada dos funcionários do Instituto Butantan
19 de março de 2021
Visita ao Instituto Butantan para entrega de vacinas
19 de março de 2021
76
Compartilhe

Um flash de vida
Localizada a cerca de 5.000 anos-luz de distância na constelação de Cygnus (The Swan), Abell 78 é um tipo incomum de nebulosa planetária.

Depois de exaurir o combustível nuclear em seus núcleos, estrelas com massa em torno de 0,8 a 8 vezes a massa do nosso Sol colapsam para formar estrelas anãs brancas quentes e densas. À medida que esse processo ocorre, a estrela moribunda se desprende de suas camadas externas de material, formando uma elaborada nuvem de gás e poeira conhecida como nebulosa planetária. Este fenômeno não é incomum, e as nebulosas planetárias são um foco popular para astrofotógrafos por causa de suas formas frequentemente belas e complexas. No entanto, algumas como Abell 78 são o resultado de uma estrela chamada de “renascida”.

Embora o núcleo da estrela tenha parado de queimar hidrogênio e hélio, uma fuga termonuclear em sua superfície ejeta material em alta velocidade. Isso lança choques e varre o material da antiga nebulosa, produzindo os filamentos e a casca irregular ao redor da estrela central vista nesta Imagem da Semana, que apresenta dados da Wide Field Camera 3 do Hubble e PANSTARSS.

Créditos: ESA / Hubble & NASA, M. Guerrero; CC BY 4.0