Urbs testa ônibus articulado com capacidade para 230 passageiros em Curitiba

Foto: Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab)
ADAB apreende mais de uma tonelada de produtos clandestinos vendidos em feiras livres
19 de março de 2014
Márcio Zimmermann participa de audiência na Comissão de Minas e Energia da Câmara
19 de março de 2014
1494
Compartilhe
Foto: Everson Bressan/ SMCS

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Curitiba- PR, 19/03/2014- A Urbs iniciou nesta quarta-feira (19) testes de desempenho operacional de um novo modelo de ônibus articulado, que se caracteriza pela existência de uma sanfona fazendo a articulação das carrocerias. O novo ônibus tem 23 metros de comprimento e capacidade para até 210 passageiros. Os articulados atualmente em operação na frota do transporte coletivo de Curitiba têm entre 18,7 e 20 metros de comprimento e capacidade para 160 e 180 passageiros respectivamente. O teste é parte da busca por alternativas que permitam melhor o custo-benefício do sistema de transporte coletivo da cidade.

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Curitiba- PR, 19/03/2014- O ônibus  – produzido pela Mercedes Benz com carroceria da Caio – foi testado por técnicos da Urbs em várias ruas da cidade, percorrendo avenidas de grande movimento, como Comendador Franco (Avenida das Torres), ruas de pouco tráfego e canaletas exclusivas do expresso. Das 9 horas ao meio dia, técnicos da Urbs fizeram um longo trajeto com o ônibus, passando pelos bairros Pinheirinho, Rebouças, Jardim Botânico, Prado Velho, Boqueirão e Portão.

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Curitiba- PR, 19/03/2014- Nas ruas, são testados, além de desempenho, estabilidade, segurança, conforto para motoristas e passageiros e emissão de poluentes, a dirigibilidade e manobrabilidade  (raio de giro) em diferentes situações, tanto em vias exclusivas e segregadas, como é o caso das canaletas, quanto em largas avenidas e em ruas mais estreitas. A princípio, o superarticulado pode ser utilizado em canaletas, por onde circulam os biarticulados (ônibus com duas sanfonas de articulação) e em vias compartilhadas com o restante do tráfego.

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Curitiba- PR, 19/03/2014- Os testes, que terão continuidade nesta quinta-feira (20) são parte do esforço da Prefeitura de reduzir a tarifa técnica, explica o presidente da Urbs, Roberto Gregório da Silva Junior. “Acreditamos que a concorrência é um instrumento poderoso para baixar custos, o que é uma determinação do prefeito Gustavo Fruet”, diz. Se aprovado, o novo ônibus poderá ser mais uma opção nas renovações de frota. Por enquanto estão sendo verificados a capacidade e o custo operacional do novo ônibus. “O que se pretende, caso se comprove a viabilidade operacional, é buscar a melhor relação entre custo e benefício, para reduzir o custo e por consequência a tarifa técnica”, afirma Gregório. Tarifa técnica é o valor repassado por passageiro às empresas operadoras do transporte coletivo.

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Foto: Everson Bressan/ SMCS

Curitiba- PR, 19/03/2014- Os ônibus articulados foram desenvolvidos exclusivamente para Curitiba, na década de 70. O modelo evoluiu na sequência para os biarticulados, produzidos pela Volvo do Brasil. Nos últimos anos, outras empresas começaram a entrar nesse mercado, aquecido pelo crescimento do sistema BRT (Bus Rapid Transit), em diferentes partes do mundo. Pioneira nesse sistema, Curitiba tem atualmente, na frota operante, 373 ônibus articulados distribuídos nos sistemas expresso, onde são 33 articulados e 160 biarticulados; Linha Direta, mais conhecidos como Ligeirinhos (65); Interbairros (101), Alimentadores (150) e Troncais, que fazem as linhas ponto a ponto sem passar por terminais (24).