Vice-presidente Michel Temer e Fruet, acompanham mobilização contra o Aedes em Curitiba

Foto: Heloisa Ballarini/ SECOM
São Paulo recebe cinco mil militares para combate ao Aedes aegypti
13 de fevereiro de 2016
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Presidenta Dilma Rousseff durante Visita à Comunidade Zepelin – Dia Nacional de Mobilização contra o Aedes Aegypti, no Rio de Janeiro
13 de fevereiro de 2016
376
Compartilhe
Foto: Luiz Costa/SMCS

Foto: Luiz Costa/SMCS

Foto: Luiz Costa/SMCS

Foto: Luiz Costa/SMCS

13/02/2016- Curitiba- PR, Brasil- O Dia Nacional de Combate ao Mosquito Aedes aegypti em Curitiba contou com a participação de aproximadamente 2,3 mil militares do Exército e da Aeronáutica. O vice-presidente Michel Temer e o prefeito Gustavo Fruet acompanharam a operação, que cobriu todas as regiões da cidade. Fruet e Temer encontraram-se no quartel do Pinheirinho, onde o prefeito apresentou ao vice- presidente o panorama de Curitiba em relação às doenças transmitidas pelo mosquito e as estratégias para o combate do vetor. Após a apresentação, seguiram até o terminal do Carmo, onde acompanharam as ações educativas, orientações e distribuição de material informativo para a população.

Foto: Luiz Costa/SMCS

Foto: Luiz Costa/SMCS

13/02/2016- Curitiba- PR, Brasil- Temer salientou que no combate ao mosquito é necessária a mobilização de toda a sociedade brasileira, e não apenas do poder público. “O Ministério da Saúde está organizando a criação de centros para atendimento às crianças que apresentarem a microcefalia. Peço ao prefeito Gustavo Fruet e ao governo do Estado que se juntem ao governo federal na atenção às crianças e gestantes infectadas com o zika vírus, que precisam de um atendimento especializado”, disse. Em Curitiba não há até o momento casos de gestante infectadas pelo zika vírus nem de microcefalia associada ao vírus.

Foto: Luiz Costa/SMCS

Foto: Luiz Costa/SMCS

13/02/2016- Curitiba- PR, Brasil- O prefeito salientou que 10 mil pessoas estão mobiizadas, em todas as regiões da cidade, para levar informações e orientações para a população. “Curitiba apresenta hoje 142 casos confirmados de dengue, 9 casos de zika e nenhum de febre chikungunya. Todos foram infectados em outras localidades. Precisamos trabalhar bastante e ter o apoio maciço da população e dos municípios vizinhos para evitar um surto de casos contraídos na cidade”.

Foto: Luiz Costa/SMCS

Foto: Luiz Costa/SMCS

13/02/2016- Curitiba- PR, Brasil- O secretário municipal da Saúde, César Titton, também reforçou o apelo. “Com o crescimento do número de casos importados, aumenta a possibilidade de aparecimento de casos autóctones. Basta que um mosquito pique uma pessoa infectada para se tornar um transmissor dos vírus para outras pessoas. Por isso as ações para eliminar os focos do Aedes estão sendo intensificadas, com o envolvimento de toda a estrutura da Prefeitura e o apoio das Forças Armadas”.

Foto: Luiz Costa/SMCS

Foto: Luiz Costa/SMCS

13/02/2016- Curitiba- PR, Brasil- O general José Luis Dias Freitas, comandante da 5ª Divisão do Exército, explicou a participação das Forças Amadas no combate ao mosquito. “Estamos passando para a população as mesmas orientações que o pessoal técnico da saúde. É uma ação conjunta e utilizamos o mesmo material informativo. A Secretaria Municipal de Saúde nos indicou os lugares que precisam de uma ação mais concentrada”.

Foto: Luiz Costa/SMCS

Foto: Luiz Costa/SMCS

13/02/2016- Curitiba- PR, Brasil- A partir de segunda-feira (15), os militares iniciam uma operação de varredura de imóveis das regiões do Centro (segunda e terça-feira), Jardim Botânico e Cristo Rei (quarta-feira), Rebouças (quinta-feira) e Santa Quitéria (sexta-feira). O objetivo é remover criadouros de mosquitos, aplicar água sanitária onde for necessário e orientar os donos dos imóveis.