Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento, no Distrito Federal

Foto: Shealah Craighead/The White House
Donald J. Trump vai revisar partes do acordo de aproximação entre Estados Unidos e Cuba
19 de junho de 2017
47ª Assembleia Geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), em Cancún
19 de junho de 2017
670
Compartilhe

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento- Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília. Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.

19/6/2017- Brasília- DF, Brasil- Vigilância Ambiental e Caesb dão dicas para evitar focos da dengue durante o racionamento-
Brasília, DF, Brasil 14/6/2017 Foto: Tony Winston/Agência Brasília.
Mesmo que o recurso seja utilizado com frequência, o armazenamento inadequado de água pode significar riscos à saúde: recipientes como baldes e tonéis têm sido, de acordo com a Vigilância Ambiental em Saúde, o principal criadouro no DF do Aedes aegypti, transmissor da dengue, da chikungunya e da zika.