Vladimir Putin durante reunião com membros permanentes do Conselho de Segurança